Delete esse mal

Ninguém contempla este belo campo de lírios. Todos passam por ele sem considerar sua inestimável beleza. É entristecedor estar diante desta vastidão sabendo que o desprezo preteri qualquer ato de carinho. Sua capacidade de superação, de recuperar-se dessas adversidades, cada dia que passa torna-se comum. Incalculáveis vezes, calejado pelas intempéries da vida, fizeram dessas delicadas pétalas um deposito de solidão e medo. Sua resiliência é admirável, contudo tampouco louvável. Como hologramas sonhos brotam em seu terreno. Mas cada um deles possuí seus enigmas, personas, simbologias que inquietam esse vasto território. Suas interpretações não são dignas de conforto. Seus sonhos, desejos e conquistas deveriam ser sua fonte de conforto e carinho, mas nem isso eles são. Você, minha cara flor, é inquieta, melodramática, desafortunada, que apenas traz para si desgosto e agonia. Vive uma vida de contradições, nem mesmo sabendo a quem quer provar. Esta essência nada te trará, a não ser dor e medo. Maldizer, praguejada pelas imprecações daqueles que pisam sobre sua forma. Não sei a quem quer provar, mas delete essa malogra, irreal, de lamentações.

Leonardo Patikowski,

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s